Receitas

Minas são muitas e cada uma delas traz uma riqueza gastronômica própria. O terroir influencia na característica dos produtos, a história da colonização e a economia local desenvolvem hábitos e costumes, e tudo isso se reflete na cultura alimentar de uma região ou de uma comunidade.

Aqui vamos trazer receitas de todos os cantos de Minas Gerais: as tradicionais, autorais, de família. São pratos elaborados por chefs de renome, por pessoas que carregam o modo de preparo como uma herança histórica familiar ou por quem descobriu uma nova forma de usar da melhor maneira os ingredientes mineiros.

Nhoque de batata doce com fonduta de queijo de Araxá e tomate concassé- Larissa Januário

Nhoque de batata doce com fonduta de queijo de Araxá e tomate concassé- Larissa Januário

Triângulo Mineiro

  • Tipo de prato
    Prato Principal
  • Dificuldade
    Médio

Modo de preparo

  • 1

    Descasque as batatas e corte em cubos de 1cm. Coloque os cubos em uma saquinho de plástico apto para microondas. Cozinhe por cerca de 4 minutos em potência máxima. Ou até ficar macia.

  • 2

    Esprema a batata cozida e acrescente o ovo, sal e mistura bem.

  • 3

    Acrescente o amido de milho e a farinha de trigo. Misture bem.

  • 4

    Em uma superfície lisa e limpa salpique farinha e abra a massa em rolinhos compridos. Corte em pedaços de 1,5cm com uma faca. Reserve.

  • 5

    Coloque em uma panela o leite queijo ralado. Leve ao fogo em banho maria até que o queijo derreta e o molho fique cremoso. Se ficar pedaços, bata com o mixer.

  • 6

    Finalize com a manteiga e noz-moscada ralada na hora. Acerte o sal se for o caso. Reserve.

  • 7

    Na mesmo água do banho maria, cozinhe o nhoque. Coloque na água e retire com uma escumadeira quando eles começarem a emergir. Aproximadamente 2 minutos. Escorra bem.

  • 8

    Cubra a massa com o molho e salpique os cubos de tomate concassé (sem casca e sem sementes) e ciboullete (cebolinha verde fininha).