Últimas Notícias

Aproximar produtos, produtores, chefs e cozinheiros do público. Aqui o Projeto Aproxima traz o que acontece no dia a dia do campo, nas cozinhas dos melhores estabelecimentos de Minas Gerais e apresenta os principais movimentos que buscam valorizar nossa gastronomia.

Confira as notícias mais importantes daqueles que fazem parte do Projeto Aproxima e como eles trabalham diariamente com o cultivo e com a transformação dos melhores produtos mineiros.

Senar gera oportunidade de negócios e visibilidade para Sítio Aconchego

Senar gera oportunidade de negócios e visibilidade para Sítio Aconchego

Terroir Rios

18 . maio . 2017

De Governador Valadares veio Sítio Aconchego, um pequeno produtor que participou pela primeira vez da Feirinha Aproxima. Entre os produtos trazidos estavam cachaça, licor, melado, farinha de mandioca, geleias, açúcar mascavo, entre outros.

Tudo lá é feito com o que se colhe ou produz no sítio. Exemplo disso é o doce de leite. No terreno da família tem apenas quatro vacas e só uma dá leite, que representa uma média de três litros por dia. E é com essa pequena quantidade que se faz um doce de leite artesanal delicioso.

A tradição familiar começou há muitos anos pelas mãos de José e Maria Vilaça, que faziam rapadura e melado, mas foi largada de lado. Desde 2004, a filha Maria José resgatou as receitas e reuniu a família novamente para retomar a produção. “O açúcar mascavo que meu pai faz é muito saboroso, todo natural, sem conservantes. Brinco que não posso chegar perto quando ele está fazendo, porque dá vontade de comer tudo”, confessa Maria José.

Esse açúcar mascavo foi um dos destaques na barraquinha do Sítio Aconchego na edição de maio da Feirinha Aproxima. Mesmo havendo uma oferta grande desse produto – até mesmo em supermercado –, as pessoas comentavam que sentiam a diferença no sabor. “Foi uma ótima oportunidade de apresentar o que produzimos para muito mais pessoas, para gente com maior poder de compra, em um grande evento da capital. E isso só foi possível graças ao Senar”, explica.

Para Maria José, o Senar é um parceiro muito importante. Primeiro, porque oferece cursos específicos para área de interesse do Sítio Aconchego. A família Vilaça já fez cursos de artesanato, doces, licores e apicultura e está disposta a participar de novas atividades para aperfeiçoar, melhorar ou ampliar a produção. E por último, mas não menos importante, pela visibilidade e valorização que o órgão proporciona.

Assim, o Sítio Aconchego pode seguir participando de muitos eventos, levando produtos cheios de história e sabor.