Últimas Notícias

Aproximar produtos, produtores, chefs e cozinheiros do público. Aqui o Projeto Aproxima traz o que acontece no dia a dia do campo, nas cozinhas dos melhores estabelecimentos de Minas Gerais e apresenta os principais movimentos que buscam valorizar nossa gastronomia.

Confira as notícias mais importantes daqueles que fazem parte do Projeto Aproxima e como eles trabalham diariamente com o cultivo e com a transformação dos melhores produtos mineiros.

FEIRINHA APROXIMA REÚNE PRODUTOS COM INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS NA EDIÇÃO DE AGOSTO

FEIRINHA APROXIMA REÚNE PRODUTOS COM INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS NA EDIÇÃO DE AGOSTO

Terroir Central

07 . ago . 2018

 Além dos queijos Canastra e do Serro, quais os outros produtos que você conhece que são considerados uma Indicação Geográfica (IG) no Brasil? No dia 11 de agosto, a Feirinha Aproxima reunirá, em Belo Horizonte, 18 produtos com IGs do Brasil inteiro e outros seis concorrentes ao título. Realizado em parceria com o Sebrae Brasil, o evento terá a farinha de Cruzeiro do Sul, o cacau do Sul da Bahia, o socol de Venda Nova do Imigrante, o mel da Costa Oeste do Paraná, a cachaça de Salinas, a renda irlandesa de Divina Pastora, entre vários outros produtos como cafévinho e linguiça.

Para valorizar ainda mais os produtos, todos os chefs participantes da Feirinha irão cozinhar com pelo menos um IG. Serão cinco chefs convidados de outras cidades: Gil Guimarães (DF), Claude Capdeville (DF), Gladson (PR), Leo Hamu (DF) e Alessandro Eller (ES). Haverá também a participação de chefs mineiros como: Eduardo Maya, Gabriel Trillo, Ederson Campos, Cidinha Lamounier, Cida Gomes e Carlo Zangrando.

Claude Capdeville vai preparar uma homenagem aos mineiros: ‘Carta Fechada de Tomáz Antônio Gonzaga – Massa de pastel recheada com queijo da Canastra (Indicação Geográfica), linguiça artesanal e couve, servida com geleia de pimenta à parte. O chef Gil Guimarães, da Baco Pizzaria e da Parrilla Burguer, também vai fazer uma pizza frita napoletana, usando o Queijo do Serro. Ele é o atual ganhador do Prêmio Dolmã, como o melhor chef do Distrito Federal. Já o chef mineiro Gabriel Trillo vai preparar uma paella brasileira usando cachaça de Salinas (IG).

A “Feirinha Aproxima – Indicações Geográficas e Marcas Coletivas” será realizada no entorno do Museu Abílio Barreto (ruas Bernardo Mascarenhas e Josafá Belo, no bairro Cidade Jardim), de 10h às 17h. Além das barraquinhas, haverá área kids e palestras educativas sobre os produtos e seus IGs.

SOBRE OS IGs – O registro de IG é conferido a produtos ou serviços que são característicos do seu local de origem, o que lhes atribui reputação, valor intrínseco e identidade própria, além de os distinguir em relação aos seus similares disponíveis no mercado.  As IGs são, portanto, produtos que apresentam uma qualidade única em função de recursos naturais como solo, vegetação, clima e saber fazer (know-how ou savoir-faire). Além disso, a IG agrega valor ao produto verdadeiro e autêntico e protege as regiões originais, onde a disciplina no método de produção confere notoriedade exclusiva ao produto.

A Indicação Geográfica também dá o amparo legal que protege e garante a exclusividade de uso da marca dos produtos de determinada região sob controle da IG. Seu registro proporciona melhoria da qualidade de produtos e serviços e viabiliza acesso a nichos de mercado. Possibilita ainda aos pequenos negócios estabelecer um diferencial frente aos concorrentes, estimula o desenvolvimento da governança local, o aprimoramento dos processos produtivos e o incremento do turismo e das atividades culturais da região. Favorecem, portanto, o desenvolvimento das áreas geográficas demarcadas e a valorização das pessoas que ali vivem e produzem.

O PROJETO – Criado em 2014, o Projeto Aproxima nasceu com o objetivo de valorizar o produtor local, a economia familiar e a gastronomia regional. Para isso, são realizadas feirinhas mensais em espaços públicos de Belo Horizonte, nas quais são comercializados produtos de todas as regiões de Minas. Com o patrocínio da Vilma Alimentos e da Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, a feirinha recebe cerca de 5 mil pessoas a cada edição.

Confira a lista completa dos IGs que estarão na Feirinha:

  1. Cruzeiro do Sul: Central de Cooperativas dos Produtores Familiares do Vale do Juruá – Central Juruá
  2. Sul da Bahia: Associação dos Produtores de Cacau do Sul da Bahia
  3. Linhares: Associação dos Cacauicultores de Linhares – ACAL
  4. Venda Nova do Imigrante: Associação dos Produtores de Socol de Venda Nova do Imigrante – ASSOCOL
  5. Salinas: Associação dos Produtores Artesanais de Cachaça de Salinas – APACS
  6. Serro: Associação dos Produtores Artesanais do Queijo do Serro – APAQS
  7. Canastra: Associação dos Produtores do Queijo Canastra – APROCAN
  8. Região da Serra da Mantiqueira de Minas Gerais: Associação dos Produtores de Café da Mantiqueira – APROCAN
  9. Cerrado Mineiro: Conselho das Associações dos Cafeicultores do Cerrado – CACCER   FEDERAÇÃO DOS CAFEICULTORES DO CERRADO
  10. Piauí: União das Associações e Cooperativas e Produtores de Cajuína do Estado do Piauí – PROCAJUÍNA
  11. Oeste do Paraná: Cooperativa Agrofamiliar Solidária dos Apicultores da Costa Oeste do Paraná (Coofamel)
  12. Farroupilha: Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados  – Afavin
  13. Vale dos Vinhedos: Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – APROVALE
  14. Pinto Bandeira: Associação dos Produtores de Vinhos Finos de Pinto Bandeira – ASPROVINHO
  15. Monte Belo: Associação dos vitivinicultores de Monte Belo do Sul – APROBELO
  16. Vales da Uva Goethe Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe – PROGOETHE
  17. Divina Pastora: Associação para o Desenvolvimento da Renda Irlandesa de Divina Pastora – ASDEREN
  18. Alta Mogiana: ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE CAFÉS ESPECIAIS DA ALTA MOGIANA

Potencial IG:

  1. Região de Uarini: Associação de Moradores da RDS Mamirauá Antônio Martins (Amurmam).
  2. Vale do Itaúnas: APENC
  3. Região das Matas de Minas: Produto: Café (Conselho das Entidades do Café das Matas de Minas)
  4. Tomé-Açu: Associação Cultural de Fomento Agrícola de Tomé-açu – ACTA
  5. Bragança: Sabor de Bragança
  6. Marajó: Queijaria Mironga